COMPENSAÇÃO DE HORAS foi destaque em Reunião Quadrimestral COPEL.

Empresa e sindicatos acertaram regras e prazos para resgate e pagamento de horas extras.

Na última semana, a Copel e Sindicatos estiveram em Reunião Quadrimestral, com discussão intensa sobre temas diversos já registrados no ACT 2018/2019, tendo como destaque o sistema de Compensação de Horas da Copel.

Neste encontro ficou definido que todas as horas extras realizadas a partir de 1º de março de 2019 serão pagas.

A compensação do saldo das horas extras contabilizadas até 28 de fevereiro último será prorrogada até 31 de maio de 2019.

Os trabalhadores que tenham SALDO POSITIVO e que queiram receber os valores referentes a este saldo deverão preencher o APD e encaminhar para a análise do RH. As solicitações terão prazo para aprovação até o dia 10 de abril e, se aprovadas, os valores serão creditados na folha de abril/2019.

Para aqueles que não preencherem o APD, as horas permanecerão no sistema até 31 de maio, podendo ser compensadas até esta data. As horas que não forem compensadas até esta data, serão pagas em junho/2019.

Já para os empregados que têm SALDO NEGATIVO não terá alteração. A reposição ocorre conforme negociação gerencial, tal como a modalidade de ausência abonada já utilizada hoje, com prazo de até 6 meses para reposição.

Os sindicatos seguem em negociação com a Copel para a implantação de Banco de Horas, tendo previsão de um acordo definitivo até 31 de maio próximo.